19 de ago de 2014

[Entre amigas] Bullying

 Olá, pessoal! Não vou ficar de enrolação, pois o papo é sério. Todos já ouviram muito falar sobre isso, mas eu acho que preciso falar sobre isso, porquê as pessoas sabem que é errado, mas continuam julgando, machucando os outros. Vamos ao post? Yeah.
 Eu sempre ouvi muito falar sobre bullying, que não era certo, e blá blá blá, então eu sempre me perguntei o motivo de as pessoas(meus colegas da escola, normalmente), praticavam bullying comigo(sim, sou uma das muitas vítimas da prática). Então, decidi falar um pouquinho sobre isso, já que eu mesma precisava entender um pouco mais sobre isso. E está aqui o resultado de diiias de pesquisa no google:
Bullying é um termo utilizado para descrever atos de violência física ou psicológica, intencionais e repetidos, praticados por um indivíduo ou grupo de indivíduos causando dor e angústia, sendo executadas dentro de uma relação desigual de poder.
O bullying é um problema mundial, onde a agressão física ou moral repetitiva, deixam marcas para o resto da vida.
O agressor inferioriza e se impõe sobre o outro, na tentativa de supera-lo em termos físicos e psicológicos, e de satisfazer seu ego. Quase sempre, não tem o suporte de uma boa educação, com conselhos e amparos apropriados . E é isso que mais o encoraja a fazer, o que faz. Já a vítima, é alguém desamparado, na maioria das vezes, sem refúgio, com medo de tudo que sofre ou das possíveis consequências de seus extintivos atos, e é por isso, que não age, se reprimindo a si mesma, e só. - Wikipédia
 Claro, tive muitos outros resultados, entre os melhores, escolhi os seguintes:
"É uma das formas de violência que mais cresce no mundo", afirma Cléo Fante, educadora e autora do livro Fenômeno Bullying: Como Prevenir a Violência nas Escolas e Educar para a Paz. Segundo a especialista, o bullying pode ocorrer em qualquer contexto social, como escolas, universidades, famílias, vizinhança e locais de trabalho. O que, à primeira vista, pode parecer um simples apelido inofensivo pode afetar emocional e fisicamente o alvo da ofensa. - Revista Escola
O bullying se divide em duas categorias: a) bullying direto, que é a forma mais comum entre os agressores masculinos e b) bullying indireto, sendo essa a forma mais comum entre mulheres e crianças, tendo como característica o isolamento social da vítima. Em geral, a vítima teme o(a) agressor(a) em razão das ameaças ou mesmo a concretização da violência, física ou sexual, ou a perda dos meios de subsistência. [...]
[...]As pessoas que testemunham o bullying, na grande maioria, alunos, convivem com a violência e se silenciam em razão de temerem se tornar as “próximas vítimas” do agressor. No espaço escolar, quando não ocorre uma efetiva intervenção contra o bullying, o ambiente fica contaminado e os alunos, sem exceção, são afetados negativamente, experimentando sentimentos de medo e ansiedade. - Brasil Escola
  Como veem, o post ficará enoorme, mas vale a pena, quem estiver realmente interessado irá ler até o final ~espero~.
 Como todos sabem, o bullying pode causar graves danos à vítima. Algumas podem chegar a ter alucinações, por causa das agressões verbais e físicas. E além disso, a vítima pode ficar com traumatismos, de não conseguir manter uma vida social, nem mesmo com a família.
 No meu caso, o bullying, junto com diversos fatores sérios, e mais depressão, transtornos, e etc., me marcaram muito. Mas não de um jeito ruim. Eu chego a sonhar, com pessoas me apontando, e rindo, me xingando, me jogando no chão, e mais mil e uma agressões. E eu comecei a me auto-mutilar. Outra consequência muito frequente as vítimas de bullying. Confesso que, se eu pudesse ver o rosto de vocês, eu não estaria contando isso. Eu acho que é uma coisa muito minha, mas preciso expor, pelo menos aqui, para que as pessoas saibam o quanto o bullying pode machucar, e debilitar uma pessoa.
 Sim, auto-mutilação vicia, e é muito difícil parar. Eu consegui me manter forte por DOIS anos, mas acontecimentos inesperados me fizeram voltar ao vício, depois disso, parei de novo, há 2 meses atrás, mas novamente voltei a me auto-mutilar, mais precisamente esta semana. E o bullying foi um dos acontecimentos. Não vou entrar em detalhes, pois... Como minhas amigas dizem: "tá foda", e eu não gosto de falar disso.
 E por aqui termino meu falatório, mas não antes de deixar um último recado:
Não pratique bullying, além da culpa te perseguir para o resto da vida, você vai acabar com a vida de alguém. E se você sabe de algum caso de bullying, busque ajuda. Tanto o agressor, como a vítima, precisam de ajuda psicológica. E lembrem-sem: NUNCA faça o 1º corte. Depois não há volta.
 E também irei deixar um vídeo, curto, para conscientizar a todos:



Até mais. Beijos

2 comentários:

  1. Post bem escrito!
    Infelizmente essa é a realidade, pessoas machucando outras pessoas.
    Aceita Afiliação?
    Beijos
    menina-do-oculos-vermelho.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, desculpe a demora para responder, andei longe do blog. Obrigada <3. É, as pessoas amam machucar as outras :c.
      Claro que aceito ;). Vou responder lá no seu blog. Beijos

      Excluir