29 de mai de 2017

Quando o tempo passa


 Todos nós queremos as coisas para ontem. Quanto mais rápido, melhor. Onde não podemos ter vantagem, logo nos apressamos a dizer: "preciso ir, tenho muita coisa para fazer". Viramos prisioneiros do tempo, que nunca é o suficiente. E ele passa, quando achamos que estamos ganhando a partida, ele vem e mostra que sempre esteve no comando. É frustrante, de arrancar os cabelos. E o pior de tudo, não tem remédio, viver correndo contra o relógio é exaustivo.
 O tempo passa, e quando nos damos por conta, não somos mais crianças, e sim adultos, que se agarram a esperança de não envelhecer. Enchemos nossos dias, até não sobrar tempo para nossas necessidades mais básicas, e não percebemos que estamos em um ciclo vicioso, que nunca tem fim, como um furacão, que vai nos sugando cada vez mais para o centro. 
 Como aprender a conviver com as mudanças que o tempo traz? Como lidar com a falta de tempo? Alguém me responda.

Nenhum comentário:

Postar um comentário