14 de jun de 2017

Quando eu me descobri

 Estava rezando para a alma do meu falecido irmão, quando de repente, eu soube. Soube que estava no caminho errado, que estava prestes a fazer a escolha da qual eu viria a me arrepender. Com meus olhos fechados, e cheios de lágrimas, percebi o quando de mim eu ainda não conhecia, e o que eu precisava fazer para conhecer.
 Desde que me entendo por gente, tive um sonho, um sonho que parecia tão perfeito, tão colorido e planejado, e seria o plano certo para mim, seria... Seria se eu não soubesse que não é simples assim. Estou em uma fase de descobrir o que quero, e ok, tudo bem, mudar de sonho, então, estou mudando os meus meus. Estou bagunçando minha vida, meu planejamento, minha estabilidade. Não sei se serei boa no que quero fazer, não sei se terei um bom emprego, não sei se ganharei bastante dinheiro, tudo é um grande ponto de interrogação. E eu não me importo.
 Estou em paz comigo mesma, já que sou apenas uma criança crescendo, buscando seu próprio caminho, seus sonhos, e é minha vez de quebrar a cara algumas vezes para aprender, e talvez chegar aonde sonho, bem mais forte que agora. Então, eu peço, por favor, não me puxe para baixo agora, não diga que é tolice, e não diga que estou errada, mesmo que eu esteja, me deixe ir. Se eu fosse um balão, agora seria a hora de eu voar para longe, e se os ventos quiserem, eles me trarão de volta, mas me deixe ir, me deixe correr atrás do que eu quero.
 E sei que é coisa de adolescente mudar de opinião o tempo todo, mas acredite em mim, faz parte, é saudável, estou me descobrindo, apenas me ajude!

Nenhum comentário:

Postar um comentário